Rogue One: Diretor fala sobre Krennic e Vader

Rogue One

O USA Today trouxe mais detalhes sobre Rogue One! Desta vez o diretor Gareth Edwards contou um pouco sobre a personalidade de Krennic e como foi dirigir Darth Vader.

Estamos familiarizados com a fineza do Grande Moff Tarkin mas Edwards disse que Krennic é mais como um Líder Imperial comum. Edwards disse que [Ben] Mendelsohn perguntou se ele deveria adotar um sotaque inglês mais polido, como muitos dos Imperiais. Mas o diretor preferiu que Krennic, o homem responsável pela ala de pesquisa de armas avançadas do Império não participasse deste “clubinho”.

Parece que toda vez que há vagas no Império eles buscam recrutar pessoas na Companhia Real de Shakespeare. Eu gosto da idéia que o personagem de Ben. É um cara que começou muito por baixo e subiu nos ranks por pura força de personalidade e ideias.

Krennic atingiu um bloqueio na hierarquia onde eles não vão deixá-lo entrar no clube, tornando-se em uma situação de “ou um ou outro”: Ou Krennic ou Tarkin e os outros.

Veremos mais do jovem Krennic no livro Rogue One: Catalyst. A obra vai a ser lançada no dia 15 de novembro. Sobre trabalhar com Vader no set, Edwards disse que todos não conseguiam esconder a empolgação e o fanatismo.

Você acaba muito respeitoso com ele: mesmo que você sabe que há um cara no interior do equipamento, você ainda fala com ele como se ele fosse Vader. Mendelsohn chegou pra mim e disse: “É o Darth Vader, estamos fazendo um filme com Darth Vader.” E eu ao invés de acalmá-lo respondi: “Eu sei! É incrível, não é?” Era como se ninguém queria admitir que estávamos tendo um ataque de fanboy. É impossível não segurar. Ele é tão icônico!

Vimos lá no parceiro Jedicenter

DEIXE UM COMENTÁRIO